Professor do Ensino Superior AVALIAÇÃO DO DANO CORPORAL

Mamede Albuquerque

Rua de Tomar, nº 2, 3000/401 Coimbra
https://pmadac.com

917766093
mamede.albuquerque@gmail.com

Estudo por densitometria óssea bifotónica (Dexa) de uma população de 60 doentes internados numa enfermaria de Traumatologia

Estudo por densitometria óssea bifotónica (Dexa) de uma população de 60 doentes internados numa enfermaria de Traumatologia

De colaboração com os Drs. Francisco Lucas, Paulo Lourenço, Victor Rodrigues, Jorge Faísca e Luís Pereira - 6º Autor - (REVISTA PORTUGUESA DE ORTOPEDIA  E TRAUMA-TOLOGIA, 4: 281-286, 1995).

Os autores estudaram a mineralização  óssea (DEXA) de uma população de 60 doentes do sexo masculino, internados numa enfermaria de Traumatologia, que apresentavam fracturas dos membros superiores e/ou inferiores. Os resultados obtidos permitiram verificar que muitos dos doentes, vítimas de lesões fracturárias dos membros, apresentavam uma desmine-ralização significativa. A desmineralização encontrada na série estudada foi mais significativa na coluna lombar, particularmente no grupo etário dos 20 aos 40 anos. Os autores discutem o possível significado dos valores encontrados defendendo o estudo sistemático (densitométrico e laboratorial) de todos os doentes portadores de fracturas de membros causadas por traumatismos leves ou moderados.